Os esforços para o retorno seguro a Cuba dos dois médicos sequestrados são mantidos

18/12/2019 10:49

«Nosso povo pode ter certeza de que o governo cubano, tal como o governo do Quênia, está fazendo grandes esforços, prestando atenção especial a esse assunto», disse Inés María Chapman, vice-presidenta do Conselho de Ministros.

«As autoridades quenianas ratificaram que os médicos, Assel Herrera e Landy Rodríguez, estão bem e que continuarão seus esforços, bem como os realizados por nosso país, para seu retorno seguro a Cuba», disse Inés María Chapman Waugh, vice-presidenta do Conselho de Ministros, em um contato com a imprensa, sobre a 4ª Cúpula da Associação dos Estados da África, do Caribe e do Pacífico (ACP), realizada recentemente em Nairóbi, capital do Quênia.

«Nosso povo pode ter certeza de que o governo cubano, tal como o governo do Quênia, está envidando grandes esforços, está prestando atenção especial a essa questão. O importante é que nossos médicos retornem com segurança ao nosso país, é uma prioridade que retornem sãos e salvos», afirmou a vice-presidenta do Conselho de Ministros.

A delegação cubana que participou da Cúpula ACP realizou uma reunião com trabalhadores da saúde que cumprem missão na nação africana irmã, na qual «há um impacto muito positivo».

Sobre a situação desses médicos, Inés María Chapman disse: «Os médicos estão bem, estão seguros. Alguns médicos que estavam na fronteira foram transferidos para mais perto da capital. Eles estão muito comprometidos com o que estão fazendo e estão dispostos a continuar com suas tarefas, comprometidos com a nossa Revolução e também com o povo do Quênia».

A 9ª Cúpula ACP foi realizada naquele país, nos dias 9 e 10 de dezembro. Durante a reunião de alto nível, a parte cubana analisou os principais tópicos da cooperação bilateral e multilateral, incluindo o progresso da implementação do Acordo sobre Diálogo Político e Cooperação entre Cuba e a União Europeia, bem como as perspectivas de cooperação entre ambas as partes

Chapman Waugh teve uma reunião cordial com o presidente anfitrião, Sua Excelência, sr. Uhuru Kenyatta, e expressou a gratidão do governo da Ilha pelos esforços envidados por esse país para tentar alcançar o retorno seguro à terra dos doutores Assel Herrera e Landy Rodriguez. Da mesma forma, foram realizadas reuniões bilaterais com 12 delegações membros da ACP e com o Comissário para Associações Internacionais da União Europeia.

Falando nessa reunião, Chapman Waugh expressou a gratidão dos cubanos aos povos e governos dos países ACP por sua posição tradicional de repúdio ao bloqueio, e enfatizou que nos últimos meses o governo dos Estados Unidos intensificou essa política. Além disso, apresentou o trabalho nobre e humano dos médicos cubanos em missões médicas realizadas no mundo e denunciou as calúnias e mentiras do governo dos Estados Unidos sobre esse assunto.

«Da mesma forma», disse a vice-presidenta do Conselho de Ministros, «agradecemos o reconhecimento recebido na 4ª Cúpula dos países ACP à política de colaboração médica de nosso país, ao mesmo tempo em que reafirmamos nosso compromisso de manter a cooperação com esses países».

Atualmente, cerca de cem profissionais cubanos fazem parte da brigada médica que presta assistência solidária no Quênia.

Fonte: Granma
https://pt.granma.cu/cuba/2019-12-17/os-esforcos-para-o-retorno-seguro-a-cuba-dos-dois-medicos-sequestrados-sao-mantidos

Voltar

Pesquisar no site

© 2008 Todos os direitos reservados.