Raúl Castro e Maduro participam de desfile da Vitória na Rússia

10/05/2015 17:43

Os presidentes de Cuba, Raúl Castro, e da Venezuela, Nicolás Maduro, participaram, neste sábado, das comemorações na Rússia do 70º aniversário da vitória sobre o fascismo.

 

  

Raúl Castro e Maduro chegaram a Moscou nesta semana para atender a um convite de seu par russo, Vladimir Putin, aos festejos do grande acontecimento histórico, ao que assistiram quase 30 chefes de Estado e dirigentes de organizações internacionais como a ONU e a Unicef.

Os mandatários cubano e venezuelano ocuparam um dos postos da tribuna central destinada aos convidados de alto nível durante a parada militar que teve lugar na Praça Vermelha.

Ao concluir o desfile, os estadistas, encabeçados por Putin, participaram na cerimônia coletiva de colocação de uma oferenda floral ante a Tumba ao Soldado Desconhecido, para honrar aos mortos durante a Grande Guerra Patriotica (1941-1945). Seguidamente posaram para uma foto coletiva protocolar.

Segundo o programa oficial, os líderes transladaram-se ao Grande Palácio do Kremlin, onde tem lugar uma recepção oferecida por Putin às delegações estrangeiras e ao corpo diplomático acreditado na Rússia.

A Rússia organizou uma grande parada militar para comemorar o 70º aniversário da vitória sobre a Alemanha nazista. O presidente chinês, Xi Jinping, também esteve presente na celebração.

Cerca de 16 mil tropas participaram do desfile, onde também foram exibidas armas como as da nova geração de tanques Armata T-14, em uma das maiores comemorações do Dia da Vitória em décadas.

A União Soviética perdeu aproximadamente 27 milhões de soldados e civis durante a 2ª Guerra Mundial – mais do que qualquer outro país – e o triunfo do Exército Vermelho continua a ser uma enorme fonte de orgulho nacional.

O Dia da Vitória une os russos de todas as classes sociais, independentemente das simpatias políticas. Pela primeira vez nas comemorações do final da 2ª Guerra em Moscou, foi feito um minuto de silêncio em memória das vítimas, durante o desfile militar na Praça Vermelha.

Com informações da Prensa Latina e da Agência Brasil

Voltar

Pesquisar no site

© 2008 Todos os direitos reservados.