O estado da Bahia utilizará método cubano de alfabetização

30/05/2009 21:59

HAVANA, Cuba, 27 maio (ACN) O método cubano de alfabetização “Sim, eu posso” vai começar a ser utilizado em julho, no estado da Bahia, por um grupo de consultores da República Bolivariana da Venezuela.

Os venezuelanos irão alfabetizar cerca de 20.000 baianos antes do final de 2009, número que crescerá até um milhão antes do final de 2010, informa o jornal cubano Juventud Rebelde.

O secretário da educação do governo da Bahia, Adeum Sauer, disse que as autoridades desse estado receberão assessoria de profissionais da Venezuela, cuja Missão Robinson já utilizou com sucesso a metodologia mencionada.  

No caso da Venezuela, graças à colaboração de educadores cubanos, 3,5 milhões de pessoas, aproximadamente, aprenderam a ler e escrever entre 2003 e 2007. Depois disso, a UNESCO certificou essa nação como território livre de analfabetismo. Até então, só Cuba tinha atingido esse título na área latino-americana. 

Depois veio a Bolívia e em breve a Nicarágua obterá um resultado semelhante.

A iniciativa do estado brasileiro vai se tornar uma realidade após a assinatura de uma carta de intenções entre o governo da Bahia e da República Bolivariana da Venezuela, como parte dos acordos que esta assinou com o Brasil.

Agência Cubana de Notícias

Voltar

Pesquisar no site

© 2008 Todos os direitos reservados.