Norte-americanos querem restabelecer relações com Cuba

26/04/2010 10:50

Uma pesquisa publicada nesta segunda-feira (19/4) indicou que a maioria dos americanos deseja que Washington restabeleça as relações diplomáticas com Cuba e permita que as empresas deste país realizem operações na ilha.

A pesquisa realizada pelo grupo Cuba Business Bureau/ Insider Advantage (CBB) indicou que o apoio ao restabelecimento dos vínculos com o Governo de Havana é de 58%. Conforme os dados, 33% dos consultados expressaram que se opõe à medida e 9% assinalaram que não tem opinião formada sobre o problema.

O CBB proporciona informação aos americanos sobre oportunidades de negócios na ilha.  A consulta telefônica realizada em todo o país indicou também que 61% são partidários que o Governo permita as viagens dos cidadãos americanos a Cuba, com 25% de oposição.

Com relação ao fato de os EUA permitirem às empresas americanas manterem negócios em Cuba, 57% concordaram e 30% se opuseram, indicou o relatório sobre a pesquisa que tem uma margem de erro de 5%.

No ano passado, a Câmara de Representantes dos EUA aprovou um projeto de lei que, entre outras cláusulas, modificou as restrições de viagens para Cuba. Esse projeto permitiu que os cubano-americanos retornem à ilha uma vez ao ano, e não uma vez a cada três anos pelas leis vigentes desde 2004.

Embora o atual governo tenha retomado conversas sobre imigração de cubanos aos EUA, o presidente Barack Obama tem imposto condições para pôr fim ao embargo comercial vigente há quase 50 anos. Segundo ele, o bloqueio só será levantado "quando melhorem os problemas na ilha, como os dos direitos humanos" - um discurso incongruente, uma vez que parte de um país que mantém, dentro da própria ilha de Cuba, em Guantânamo, diversos presos sem julgamento e que foram submetidos a tortura.

Com informações de EFE

Voltar

Pesquisar no site

© 2008 Todos os direitos reservados.