Mais uma vez governo dos EUA nega visto a Adriana Pérez

24/07/2009 00:54

HAVANA, Cuba, 16 jul (ACN) - O Departamento de Estado norte-americano negou, mais uma vez, o visto de entrada a Adriana Pérez O’Connor, fato que a impede de visitar seu esposo, Gerardo Hernández Nordelo, preso nesse país há quase dez anos, por se infiltrar em organizações terroristas anti-cubanas do sul da Flórida.

A Secretária de Estado considera que Adriana “constitui uma ameaça à estabilidade e segurança nacional dos Estados Unidos”, e, por essa razão, a mulher de um dos Cinco Heróis recebe contínuas negativas às suas petições de vistos para ingressar naquele país. 

Esta negativa é interpretada pelas autoridades cubanas como outra prova da política protecionista das administrações estadunidenses a respeito desse tipo de organização que, historicamente, desenvolve atividades contra Cuba. Eles chamam de delinqüentes os lutadores cubanos, mas desconhecem a evidente natureza terrorista dos membros destes grupos paramilitares, cujo alvo básico é Cuba e sua Revolução.

Gerardo, Antonio, René, Ramón e Fernando ingressaram disfarçados em uma destas organizações e alertavam sobre seus planos contra a ilha.

Agência Cubana de Notícias

Voltar

Pesquisar no site

© 2008 Todos os direitos reservados.