Lula diz em Paris que os EUA devem levantar bloqueio contra Cuba

12/07/2009 19:02

HAVANA, Cuba, 07 jul (ACN) - Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou hoje em Paris que os Estados Unidos deveriam levantar o bloqueio econômico mantido contra Cuba; esse gesto, segundo Lula, servirá à paz e à estabilidade do continente americano.

“Essa medida será um sinal importante da disposição dos Estados Unidos de relacionar-se com toda a região. Contribuirá à paz de nossa América”, disse Lula perante um auditório na sede da UNESCO (Organização de Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura).

Outra relíquia da guerra fria que acabamos de sepultar, foi a exclusão de Cuba do contexto regional; o próximo passo deverá ser o fim do bloqueio a esse país, apontou. Também destacou que na atualidade a América Latina e o Caribe marcham pelos caminhos da integração e o desenvolvimento, segundo a PL.

Lula foi condecorado nesta terça-feira com o Prêmio de Fomento da Paz Félix Houphout-Boigny da UNESCO na presença de vários chefes de estado ou governo e da esposa de Joseph Biden, vice-presidente norte-americano.

O reconhecimento presta homenagem às pessoas, instituições ou organismos que têm contribuído significativamente a fomentar, buscar, salvaguardar ou manter a paz, com os princípios da Carta da ONU e a Constituição da UNESCO.

Em outra parte de seu discurso, o governante brasileiro destacou o fato de que a América Latina viva nestes momentos “uma vigorosa onda de democracia, encabeçada por segmentos historicamente deserdados e marginalizados”.

Não podemos permitir retrocessos, por tal razão condenamos de forma veemente o golpe de estado em Honduras, sentenciou.

Assistiram à sessão solene da entrega da distinção os presidentes do Senegal, Abdoulaye Wade, de Cabo Verde, Pedro Pires, o premier português, José Sócrates, e o Secretário-Geral da Organização internacional da Francofonia, Abou Diouf.

 

Agência Cubana de Notícias

Voltar

Pesquisar no site

© 2008 Todos os direitos reservados.