Fidel Castro pede que jovens se inspirem nas lições da história

23/04/2015 20:17

O líder histórico da Revolução Cubana, Fidel Castro, exortou os jovens a tirar do passado glorioso as lições que os façam crescer hoje.

 

Reprodução
  

“É importantíssimo que puderam fazer essa viagem. Não é uma questão de curiosidade, mas de conhecimentos, que é bom que vocês tenham”, disse em uma conversa telefônica com os integrantes do Destacamento pelo 70º aniversário da entrada de Fidel à Universidade de Havana.

Eles realizam desde 11 de abril um percurso por importantes lugares do país, chamado Conquistando a História.

Ao se interessar por detalhes de todo tipo, incluindo as questões logísticas, Fidel sugeriu que os universitários conhecessem as marcas deixadas pelo Major e pela gesta mambisa de independência em terra camaguenha.

Em relação a sua casa natal em Birán, que os rapazes visitariam nesta quinta-feira (15), Fidel pediu que percorressem as terras que a United Fruit Company ocupava e lhes explicou que a companhia contava com cerca de 140 mil hectares só de cana e que empregava pessoas durante só três meses do ano.

“Vocês vão encontrar uma casa bonita, isso é agora. Em minha época não tinha nada, nem rádio tinha, só um telefone desses de sino, com uma manivela para comunicação com a central”, comentou o líder revolucionário.

“Sejam felizes por terem nascido nesta época, que ainda que seja a mais perigosa que qualquer outra na que tenha vivido o homem, aquela era pior”, sentenciou Fidel.

No território de Santiago, o Destacamento pelo 70º aniversário prestou homenagem ao Herói Nacional José Martí, perante o Mausoléu onde descansam seus restos em Santa Ifigenia, visitou o outrora quartel Moncada, o Mausoléu aos Heróis e Mártires da 2ª Frente Oriental Frank País.

Os integrantes do contingente também conheceram de primeira mão os grandes projetos encaminhados a comemorar os quinhentos anos da fundação da vila santiaguera e o aniversário 62 do assalto ao Moncada.

Eles foram elogiados por Fidel Castro, que também se interessou pela seca que a província atravessa.

Fonte: Prensa Latina

 
Voltar

Pesquisar no site

© 2008 Todos os direitos reservados.