Cubanos marcham em celebração aos 60 anos do Desembarque do Granma

06/01/2017 15:18

 

Prensa Latina
  

O presidente cubano Raúl Castro fez a revista militar e participou da marcha cívica. A revista militar iniciou com o disparo de 21 salvas e as notas do hino nacional de Cuba.

A data é um marco na história cubana dando início a luta que derrotou definitivamente a tirania de Fulgencio Batista, que e iniciou com o levante da cidade de Santiago de Cuba (sudeste).

De acordo com o Ministério das Forças Armadas Revolucionárias de Cuba, a revista foi composta por um bloco histórico, um militar e outro popular, depois dos quais marcharam representações de trabalhadores, estudantes e a população em geral.

O primeiro componente da parada incluiu alguns dos momentos mais importantes da formação e consolidação da nação cubana, entre eles um desfile da cavalaria mambisa como símbolo das lutas contra o domínio colonial espanhol.

Uma réplica do iate Granma acompanhada por estudantes do ensino primário, representações das colunas guerrilheiras de Sierra Maestra comandadas por Fidel Castro, os combatentes de Girón (1961), os destacamentos de alfabetizadores (1961) e combatentes internacionalistas também participaram do desfile.
 

Fonte: Prensa Latina

Voltar

Pesquisar no site

© 2008 Todos os direitos reservados.