Cuba toma medidas excepcionais de poupança de energia

27/05/2009 17:01

Cuba toma medidas excepcionais de poupança de energia

 

HAVANA, Cuba, 25 maio (ACN) Cuba começará a implementar medidas excepcionais de poupança de energia a partir do dia 1º de junho, em um esforço para diminuir o consumo de energia, particularmente, nos centros de trabalho. Isso fará os municípios e províncias ajustarem seus planos de gasto energético e evitará o regresso dos apagões ou blecautes. 

 

O anúncio foi feito durante uma reunião com funcionários do governo e políticos do ocidente de Cuba, chefiada por Roberto López, membro do Secretariado do Partido Comunista de Cuba e Murillo Mariño, vice-presidente do Conselho de Ministros de Cuba e ministro da Economia e Planejamento.

 

Murillo disse que era alarmante a crescente tendência do consumo de eletricidade ao longo dos últimos meses e disse que o setor estatal tem de reduzir a energia consumida em 12 por cento durante os próximos meses, a fim de manter e proteger o setor residencial.

 

Cuba tem suficiente capacidade de produção energética, mas “não se pode queimar mais combustível para produzir eletricidade, do que foi planejado”, assinalou o ministro.

 

Durante a reunião, o funcionário explicou que, se as novas regras não forem cumpridas, não haverá outra solução que reduzir o consumo elétrico por meio de cortes planejados, que descreveu como uma solução extrema, que pode ser evitada caso as medidas anunciadas forem cumpridas.

 

Os participantes do encontro receberam uma explicação sobre o impacto negativo que sofreram as exportações cubanas pela atual crise econômica mundial, por esta razão as despesas por conceito de combustível podem chegar a 90-100 milhões de dólares.

 

O encontro fez também um apelo contra a indisciplina e desperdício de recurso. Segundo os funcionários disseram haviam sido detectadas mais de 3.000 violações energéticas no setor estatal, enquanto que o setor residencial, altamente subsidiado pelo estado, tem experimentado um aumento do consumo médio de energia especialmente na região central, em províncias como Ciego de Avila, Villa Clara e Cienfuegos.

 

A melhor forma de evitar apagões é economizando energia e aplicando medidas regulamentares em cada território, com a colaboração da população.

 

Agência Cubana de Notícias

www.cubanoticias.ain.cu

ainportugues@ain.cu

Voltar

Pesquisar no site

© 2008 Todos os direitos reservados.