CEPAL reconhece sério impacto do bloqueio contra Cuba

15/05/2009 20:22

HAVANA, Cuba, 17 abr (ACN) - Alicia Bárcena, secretária-executiva da Comissão Econômica para a América Latina (CEPAL), reconheceu nesta sexta-feira em Port Spain, capital de Trinidad e Tobago, que o bloqueio econômico, comercial e financeiro dos Estados Unidos a Cuba tem tido um impacto muito sério na Ilha.

Em resposta a uma pergunta da agência Prensa Latina em conferência de imprensa, Bárcena afirmou que o tema do bloqueio está há tempos na agenda das Nações Unidas, inclusive da CEPAL, que tem analisado seus efeitos na economia do país caribenho.

A funcionária pública evitou responder se em sua opinião o governo estadunidense compreendeu as mensagens enviadas pela comunidade internacional a Washington nos últimos 17 anos na ONU.

Em 2008, 185 nações se opuseram a essa política hostil em relação a Ilha.

A coletiva da funcionária ocorreu durante as atividades prévias à V Cúpula das Américas, foro que foi inaugurado nesta tarde, e se estenderá até o próximo domingo.

Agência Cubana de Notícias
 

Voltar

Pesquisar no site

© 2008 Todos os direitos reservados.