AT&T desbloqueia sites de Cuba graças a campanha em redes sociais

09/04/2014 12:41

A empresa de telecomunicações estadunidense AT&T desbloqueou nos Estados Unidos o acesso à internet para todas as páginas informativas de Cuba, graças ao movimento gerado nas redes sociais de protesto contra essa ação, disse o jornalista Edmundo García.


Segundo García, residente em Miami, a empresa pós fim à censura imposta desde a passada semana a seus clientes que visitam qualquer site com domínio .cu na noite de quarta-feria (2).

"Festejamos porque (...) devolvia a situação a um nível de conduta possível, que pode ser melhor com a normalização progressiva e respeitosa das relações sociais contra a medida de AT&T.

Em 28 de março, García informou que o gigante das telecomunicaçoes impedia o acesso aos portais alternativos de notícias Cubadebate e Cubasí, recomendando seus clientes a se mudarem para as empresas Comcast, Verizon ou T-Mobile.

Segundo o jornalista, a AT&T fez extensiva a censura a todos os sites de notícias do país caribenho durante o fim de semana anterior e considerou essa ação violatória da Primeira Emenda da constituição estadunidense.

Tal cláusula protege os direitos à liberdade de expressão sem interferência das autoridades federais.

Fonte: Prensa Latina

 

Voltar

Pesquisar no site

© 2008 Todos os direitos reservados.