Jornalistas cubanos lançam plataforma de blogs alternativos

02/06/2009 12:29

Os jornalistas cubanos comprometidos com a revolução puseram em operação uma plataforma cubana para hospedar seus blogs. Segundo eles, a iniciativa pode ser vista como uma “íntima trincheira virtual dessa ciber-batalha ideológica” que acontece em Cuba.

“Com a crise da mídia impressa, a interatividade que propicia a célebre Web 2.0 é, hoje em dia, o principal cenário de debate ideológico global. Todos sabem que na internet se trava uma grande disputa de critérios”, afirma Charly Morales, no portal Cubahora,

"Para combater em igualdade de condições — ou pelo menos reduzir a desvantagem —, era urgente que os bloggers cubanos pudessem se defender ‘de dentro’, tirando assim a dependência de plataformas estrangeiras, patrocinadas por sabe Deus quem”, agrega Morales.

O chamado Blogs Periodistas Cubanos (BPC) é gerenciado no Centro de Informação para a Imprensa (CIP) — cuja equipe especial de programadores esteve trabalhando no projeto durante dois meses. Segundo suas palavras de apresentação, o portal tenta ser uma alternativa contra toda a informação tergiversada ou errônea sobre Cuba — uma guerra particularmente constante na blogosfera.

Na concepção estrutural do BPC, foi crucial a experiência da Rede de Blogueros y Corresponsales de la Revolución, criada pela jornalista Norelys Morales. Mais adiante, se somaria Manuel Henrique Lagarde, convertendo-se, ambos, em pioneiros de uma empresa voluntária que pretende envolver a todos os jornalistas de Cuba.

Com um esboço sóbrio, o BPC inclui uma ciber-campanha pela liberação dos Cinco Heróis e um “nuvem de tags” sobre seus principais campos temáticos. Os programadores estimam que o projeto passará primeiro por um período de testes de 15 dias on-line, para avaliar seu desempenho e realizar os ajustes necessários.

Da Redação, com informações do Rebelión

 

Voltar

Pesquisar no site

© 2008 Todos os direitos reservados.